Fórum Internacional AWID recebe, até 8/2, inscrições gratuitas de ativistas do Brasil

awid

Fórum AWID

Encontro tem como tema central: “Futuros feministas: Consturindo poder coletivo em prol dos direitos e da justiça”. São aguardadas 2.000 participantes oriundas e orieundos de uma ampla diversidade de movimentos: direitos das mulheres e movimentos feministas, movimentos pela paz, justiça econômica, direitos ambientais e direitos humanos, entre outros

 

Está aberta a seleção para isenção da taxa de inscrição no Fórum Internacional AWID. A organização possibilitará a inscrição gratuita de 200 brasileiras e brasileiros ativistas, movimentos e organizações do Brasil no evento que ocorrerá entre 5 a 8 de maio de 2016, em Sauípe. O prazo de envio é até o dia 8 de fevereiro.

O Fórum Internacional AWID faz parte de um processo político para romper com as opressões e promover visões compartilhadas para um mundo mais justo. Para colaborar com a organização do encontro, estão estruturados os seguintes núcleos: Fórum Feminismos Negros, Núcleo do Ativismo Feminista Jovem, Núcleo de Prote;áo Integral para Mulheres Defensoras e Intercâmbio Feminista via Internet.

O Fórum tem como objetivo celebrar as conquistas dos últimos 20 anos alcançadas por diversos movimentos sociais e analisar criticamente os aprendizados que possam ser levados adiante, avaliar a realidade atual para identificar as oportunidades e ameaças no que tange à promoção dos direitos das mulheres e de outros grupos oprimidos, buscar estratégias para fortalecer a solidariedade e o poder coletivo entre os diversos movimentos, além de inspirar, energizar e renovar a força e o propósito de empoderamento das mulheres.

São aguardadas 2.000 participantes oriundas e orieundos de uma ampla diversidade de movimentos e setores para construir estratégias coletivamente em prol de futuros feministas: movimentos pelos direitos das mulheres e movimentos feministas (inclusive dando atenção especial a ativistas brasileiras e brasileiros pelos direitos das mulheres) a movimentos pela paz, justiça econômica, direitos ambientais e direitos humanos, entre outros.

Comunidades tradicionalmente sub-representadas ou marginalizadas terão uma forte presença no Fórum, tais como: ativistas feministas jovens; mulheres negras e afrodescendentes; mulheres indígenas; trabalhadoras do sexo; mulheres com deficiência; ativistas trans e ativistas migrantes.

 

Assessoria de Comunicação
ONU Mulheres

Casa das Nações Unidas no Brasil – Complexo Sergio Vieira de Mello  | Módulo II – Prédio Lélia Gonzalez
Setor de Embaixadas Norte, Quadra 802
Conjunto C, Lote 17 | CEP: 70800-400
| Brasília – DF

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s